Press "Enter" to skip to content

Convertendo matrículas através de cursos gratuitos

Wellinghton Camargo 2

Olá Pessoal,

Semana passada fizemos um post falando sobre FOCO, o que é muito importante para qualquer escola e empresa. Sabemos também que a escola precisa de alunos e para isso é essencial planejar as campanhas que serão trabalhadas na unidade, com isso vamos falar hoje de uma campanha utilizada por várias escolas em todo o Brasil.

Claro que cada cidade tem a sua peculiaridade em relação ao que pode ser trabalhado para vender os cursos, com isso dentro que vou expor em nosso post hoje, você poderá muito bem adequar de uma forma que funcione dentro de sua escola, mas lembre-se de medir o resultado para saber se a ação está dando certo baseado em informações reais.

Como vou disponibilizar o curso gratuito?

Esse é o primeiro ponto a ser definido, pois é preciso saber onde e como o aluno fará o curso interativo.  Algum tempo atrás, muitas de nossas escolas parceiras disponibilizavam o curso gratuito para ser feito dentro da unidade, mas isso faz com que a escola ocupe um espaço muita das vezes onde pode ter um aluno pagante gerando receita para a unidade.

Isso deixou de ser um problema, com o lançamento da plataforma de cursos interativos online Webensina, as escolas começaram a disponibilizar o curso interativo gratuito online.

Clique aqui, e conheça de forma completa o Webensina.

A ação

Para chamar a atenção do público que precisa se qualificar a ter o interesse de ir até sua escola em busca de um curso interativo gratuito, é preciso trabalhar algumas ações.

Você pode trabalhar a campanha de doação de alimentos ou agasalhos, é possível também trabalhar o cupom, onde a pessoa que estiver com o cupom de curso gratuito retira direto na escola seu curso e entre outras.

Acompanhamento e Conversão

Para que o aluno retire seu curso gratuito em sua escola, é preciso que ele primeiro deixe os dados como: Nome, E-mail, Telefone de contato. Com esses dados em mãos, mostre para o aluno interessado os cursos disponíveis, para que ele possa escolher qual deseja fazer, em seguida faça a liberação do curso.

Agora o aluno está em casa fazendo seu curso e é preciso acompanhá-lo, verificar se ele está acessando o curso, se deixou de acessar o curso por mais de dois dias, enfim acompanhá-lo de verdade.

Com um acompanhamento sério ao aluno você trabalha a expectativa dele em relação ao curso interativo e a escola, para que depois quando você oferecer a ele um pacote completo ou complementar do curso liberado a ele, ele não sinta nenhum tipo de desconforto ou até mesmo ache desagradável.

IMPORTANTE: Entregue a certificação para o aluno, para que ele retire na escola.

Quando se cria um relacionamento com o aluno, ele se sente mais a vontade, ele passa a conhecer melhor sua escola, pois uma vez que você está o acompanhando, você pode convidá-lo para eventos que sua escola faz e assim ele passa a conhecer sua unidade melhor e ter confiança em você.

É preciso de um processo bem trabalhado e um acompanhamento de perto para com o aluno de curso gratuito online, mas isso pode ser uma ligação por semana ou duas, você poderá definir de acordo com a sua estratégia, pois o importante é o acompanhamento para no momento certo você possa convidar esse aluno para uma conversa e oferecer a ele uma bolsa parcial para fechar um curso presencial em sua escola.

Como disse no início deste post, você poderá adequar o processo de acordo com a sua cidade para que possa mensurar os resultados. Imagine que de cada dez alunos do curso gratuito, dois converterem em venda para sua escola, você terá um retorno de 20%, o que é muito bom!

Tenha um dia incrível. ?

Um grande abraço e até a próxima!

  1. Fernando Luiz Rodrigues Fernando Luiz Rodrigues

    Gostei, genial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *