Press "Enter" to skip to content

É caminhando que se faz o caminho

Luis Eduardo Galli 0

Olá Empreendedor(a) Educacional,

Hoje vou reforçar um comportamento importante para que os gestores busquem mais oportunidades e consequentemente ampliem as possibilidades de sucesso de suas empresas. No coaching, utilizamos muito o conceito de que é caminhando que se faz o caminho. Mas, o que exatamente essa frase nos ensina e como aplicamos na prática esse fundamento tão importante para as empresas e também para os profissionais.

Dê o start!

Tudo que desejamos fazer na vida deve ser iniciado, sem o primeiro passo não conseguimos atingir o nosso objetivo. Por exemplo, se desejamos correr 5 km, temos que dar o primeiro passo e depois com treinamento e persistência, chegamos ao objetivo, parece óbvio, mas nem sempre é o que acontece. Nas empresas é a mesma coisa, quantos bons projetos são pensados, discutidos em diversas reuniões, anotados em papéis, passados a limpo, conversado em elevadores, bares, churrascos, são sonhados de todas as formas, mas nunca iniciados. Precisamos dar o primeiro passo, mesmo que seja árduo, traga novos desafios, algumas desconfianças, mas somente depois de começar é que podemos chegar ao objetivo.
Sonhar é importante, mas junto com os sonhos devem vir as ações, para que sonhos se tornem realidade.

Momento ideal

Quantas vezes ficamos adiando o início de um projeto em nossas empresas ou em nossa vida, sempre achando que “ainda não é o momento ideal”, mesmo com a idéia clara do que deve ser feito, ficamos aguardando algo acontecer, achando que falta isso ou falta aquilo.
Para dar o primeiro passo, sempre faltará alguma coisa, isso é normal, o próprio processo se encarregará de mostrar ao gestor onde precisa ser ajustado, mas isso só é possível se as coisas começarem a acontecer.
É claro que o planejamento deve ser feito, para que possamos projetar as ações e prever alguns obstáculos, mas chega um momento que só a ação continuará nos mostrando o que é necessário.
Um exemplo disso é uma escola que deseja criar uma equipe de vendas e fica adiando isso por imaginar diversos obstáculos: como vou contratar? que tipo de ação vou utilizar? será que terei o retorno esperado? será que uma pessoa é o suficiente? meu concorrente já tem uma equipe com 5 vendedores, já estou pra trás!
Ficar murmurando e imaginando os obstáculos não resolverá, o que deve ser feito é ir para a ação, nesse caso, identificar uma pessoa e começar o processo, para que dia após dia o know-how se forme e se consolide e assim, conforme as situações surgem e os obstáculos são superados, nos tornamos mais fortes e confiantes, mas devemos encarar de frente o que deve ser feito, com uma gestão envolvida com a equipe para que juntos possamos avançar.

Não estou preparado!

Preparação é extremamente importante para qualquer pessoa, principalmente para os gestores, cursos de formação, treinamentos diversos, palestras, tudo isso é importante, pois os líderes e gestores precisam entender e se manter atualizados sobre diversas áreas para que sua empresa seja ágil e efetivamente leve soluções aos clientes. Mas, mesmo fazendo tudo isso, você não estará 100% preparado, seja qual for o projeto que você pretende iniciar, o famoso “friozinho na barriga” sempre vai estar lá, é como falar em público, você pode treinar o quanto quiser, se tornar um conhecedor da língua portuguesa, aprender postura, modo de olhar para as pessoas, entre outras coisas, mas quando subir no palco, pegar o microfone, todo esse preparo não será suficiente, no início você vai gaguejar, ficar vermelho, dará o famoso “branco”, poderá se perder no assunto, falar alto ou baixo demais, entre outras coisas. Você perceberá que só será um palestrante se realmente palestrar, será um bom motorista se sentar em um carro e dirigir, aprenderá a prospectar clientes se pegar o telefone e ligar! Devemos parar de ficar imaginando, julgando as coisas por antecipação, tendo sucessos e fracassos imaginários e agir realmente, qualquer caminhada vai começar pelo primeiro passo e conforme caminhamos, o “mato” fica mais baixo, a trilha vai se formando, os buracos já serão cada vez mais conhecidos e assim vamos fazendo o nosso caminho.

Sempre em frente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *